Colesterol faz mal? Confira!

Olá pessoal, como estamos? Firmes no processo? Espero que sim!

Hoje eu venho falar sobre um assunto polêmico e peculiar a respeito de uma outra substância que nosso corpo produz e que tem sido ao longo do tempo criminalizada injustamente por causa dos hábitos alimentares modernos: O colesterol!

Há muito tempo que o colesterol tem sido visto como um vilão para nossa saúde e demonizado em todos os alimentos que o contém em grandes quantidades, como os ovos por exemplo. Diversas pesquisas anteriores caracterizaram tanto como substância nociva, que até o presente momento, mesmo que já comprovado o mito, ainda existem pessoas que se restringe a ingerir alimentos ricos em colesterol por medo e insegurança.

Então como mudar essa ideia e desmistificar de vez o fato? Simples!  Apresentando suas evidências benéficas e porque devemos consumir sem medo alimentos ricos em colesterol.

Primeiro vamos falar dos seus efeitos a saúde.

Tenho observado que muitas pessoas ao saírem do consultório médico com seus exames nas mãos, saem com uma cara de espanto devido a determinados resultados. E porque estou falando isso? Estou me referindo a contagem do colesterol.

Geralmente e não por via de regra, estas pessoas se encontram fora de peso ideal, com uma alimentação rica em gorduras (aqui vai a parte interessante), gorduras vegetais, açúcares refinados, alimentos industrializados e uma série de outros “combustíveis” maléficos ao corpo humano.

Daí surgem os questionamentos: “Como pode? Eu quase não como carne vermelha!?” ou “Só utilizo óleos vegetais e como no máximo 4 ovos por semana”, entre tantas outras.

Estas pessoas que se encontram nestas situações, infelizmente estão completamente equivocadas e desatualizadas em relação ao verdadeiro assunto a respeito do colesterol, gorduras e ovos. Já está mais do que provado que o colesterol não é o vilão que a mídia vem divulgando ao longo destes anos. Já se sabe que o maior provocador de problemas a saúde tem sido a maioria dos produtos refinados como o açúcar e os óleos vegetais trans. Podemos observar que estes elementos se encontram em quase todos os produtos nas prateleiras dos supermercados e que, em sua maioria, estão todos relacionados a diversos tipos de receitas.

Quem leva a culpa?  – Os ovos, as carnes, as gorduras boas e por conseguinte os demais alimentos ricos em colesterol.

E o que é o Colesterol?

O colesterol é um precursor da testosterona. A produção de colesterol pode promover uma maior conversão deste hormônio. Estudos feitos em 2007 informou que não existe uma resposta dose/relação entre o colesterol da dieta e o ganho de massa magra que tenha sido afetado pela variação na ingestão de proteína. Isso significa que o colesterol está associado com maior ganho de massa magra, ou seja, a maior ingestão de proteína não produziu maiores ganhos de massa muscular. O Colesterol pode também desempenhar um papel como elemento essencial para reparar micro lesões que ocorrem na membrana do músculo esquelético com o treinamento . Os cientistas observaram que o colesterol é imune inflamatória e facilita a resposta do corpo aos danos que o exercício faz no músculo, e que este estimula a resposta inflamatória do organismo. (construção muscular  ou”processo anabólico”). Além disso, eles observaram que o colesterol, provavelmente, serve como um elemento essencial para a reparação que ocorrem em membranas musculares estressadas por exercícios . Um resumo apresentado informou que a conversão do colesterol em testosterona pode ser importante para a hipertrofia muscular.

Daí podemos observar uma das influências do colesterol sobre o corpo humano e o metabolismo humano.

Sabemos que um corpo com suas taxas hormonais em equilíbrio e com taxas consideráveis de testosterona, promove além do aumento muscular, perdas de gorduras, reparação celular mais eficiente, uma maior síntese de proteínas, maior energia, libido sexual aumentada,  entre outros fatores.

Agora imagine você fazendo uma alimentação pobre em colesterol e rica em alimentos sem qualquer valor nutricional. É obvio que você será mais uma destas pessoas que sairá do consultório médico com cara de espanto e pavor. Não por utilizar os alimentos ricos em colesterol, mas justamente por estar se privando deles.

Então você pergunta: Marcio, o real motivo para este descontrole de peso e aumento das minhas taxas, é porque eu venho ingerindo estes alimentos “saudáveis” ricos em óleos vegetais, gorduras hidrogenadas, refinados incluindo o açúcar? Exato!

Um dos grandes problemas atuais vem sem sendo a utilização em larga escala dos óleos vegetais trans. Estes óleos possuem a grande capacidade de se estocarem no interior das artérias causando uma série de problemas circulatórios e cardíacos, e não o colesterol como se imaginava.

As Gorduras Trans destroem a testosterona. Os ácidos graxos trans são formadas quando as gorduras vegetais em estado líquido são endurecidas por um processo de hidrogenação parcial. Estes ácidos graxos são gorduras parcialmente hidrogenadas e permanecem sólidas em temperatura ambiente, onde são mais resistentes à oxidação e deterioração. Não surpreendentemente, tais óleos parcialmente hidrogenados  são encontrados em gorduras vegetais, margarinas, óleos de cozinha industrial e são comumente encontradas em alimentos processados, como fast food, batatas fritas, biscoitos e produtos de confeitaria. Estes ácidos graxos trans que levam a um aumento de LDL e colocam colesterol HDL abaixo do perfil, por isso tem ocorrido aumento de doenças cardiovasculares e diabetes . Alguns estudos têm mostrado que as gorduras Trans são menos menos favoráveis do que as saturadas.

As gorduras Trans e a Testosterona

Algumas questões já demonstraram que  há um declínio nos níveis de testosterona entre os homens. Uma causa possível é que tem havido um aumento de gorduras hidrogenadas na dieta americana na última década e em diversos países. Além de ser prejudicial para o coração, as gorduras hidrogenadas ou gorduras trans podem reduzir a testosterona. Por exemplo, em ratos machos alimentados com uma dieta de gorduras hidrogenadas, levou a uma maior incidência significativa de espermatozóides anormais e menor concentração de testosterona em comparação com outras gorduras.

A partir destas conclusões e através de outras provas, inclusive pessoais, podemos nos aproximarmos de respostas bem concretas. O que vem provocando danos a saúde está fortemente relacionado com o modelo atual de se alimentar. Portanto, mudar este quadro não é tão complicado quanto parece, bastando apenas uma reformulação simples na escolha dos alimentos e principalmente das gorduras.

É por isso que eu venho falar do colesterol, pois sei que além da sua importância mencionada, existem uma série de alimentos que são ricos em colesterol e outros que auxiliam seu funcionamento, otimizando nosso metabolismo tornando nosso corpo mais saudável e funcionando da maneira correta.

O estilo Paleo

Quando adotamos o estilo Paleo, passamos a excluir determinados alimentos e dar valor a outros nos quais nos beneficiam em sua totalidade. São alimentos ricos em nutrientes essenciais e que de fato não nos preocupa com o fato de serem calóricos, pois são calorias ricas e não vazias como os alimentos processados repletos de açúcares simples e refinados.

Para termos um exemplo, claro que não vou citar todos, (aqui no site existe um guia básico e completo para você se orientar mais), deixo bem claro a importância dos ovos. Um alimento completo onde possui uma riqueza muito grande em nutrientes e principalmente colesterol. Além de sua propriedade altamente proteica, possui vitaminas e gorduras que nos traz energia e força. Ele possui todos os aminoácidos essenciais para fazer uma excelente síntese de proteínas,  nos auxiliando em diversos fatores anabólicos, tanto para aumento, manutenção e até mesmo para perdas de peso.

Sem sombras dúvidas, os ovos são mais do que essenciais em nossa alimentação diária. Em suma, comê-los todos os dias independente dos seus objetivos com certeza vai lhe proporcionar benefícios onde a saúde do seu corpo irão lhe agradecer.

Para chegarmos ao fim desta matéria e podermos acabar com este mito de que os ovos e o colesterol são maléficos a nossa saúde, é importante ressaltar que além de incluí-los em sua alimentação diária, eles facilitam nossas refeições, pois existem diversas formas de preparo, onde você não terá desculpas na hora de qualquer preparo. Para isto, vou lhe dar uma ajuda deixando o link do shake que já postei aqui no site. Vale a pena conferir, pois é altamente termogênico, ajuda na queima de gorduras, rico em gorduras boas e altamente proteico. Ah, sem contar que é bem saboroso. Experimente!

Um grande abraço!

Marcio Roberto

Olá, me chamo Marcio Roberto. Sou pesquisador, orientador, educador e tenho formação na área de exatas. Praticante de atividades esportivas como Crossfit, musculação e treinos intervalados, utilizo o estilo alimentar Paleo/Primal onde obtive uma melhora fenomenal em minha qualidade de vida, além de aprender e praticar meios de nutrição e tudo que engloba saúde, beleza e bem estar. Apaixonado por novos aprendizados, busco sempre o aprimoramento pessoal através da ciência, compartilhando as novas descobertas com o intuito de ajudar as pessoas transformarem suas vidas.

Leave a Comment